MUDAMOS DE ENDEREÇO

MUDAMOS DE ENDEREÇO
MUDAMOS DE ENDEREÇO TODAS AS POSTAGENS DAQUI, ESTÃO LÁ. ABRAÇOS E OBRIGADA. silvia masc

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Reforma Ortográfica

Muito interessante a explicação do canal Educação do UOL sobre as novas regras ortográficas.

ANTES: Tranqüilo
DEPOIS: Tranquilo.
ANTES: Vôo
DEPOIS: Voo


No final da página há uma explicação bem interessante: é só clicar aqui. está tudo explicadinho.

MÉTODO DE CONDICIONAMENTO FÍSICO PILATES É INDICADO PARA A TERCEIRA IDADE


Nos dias 27 de setembro e primeiro de outubro comemoram-se o Dia Nacional do Idoso e o Dia Internacional da Terceira Idade. Uma forma de homenageá-los é lembrar também, que com o passar dos anos, a saúde fica mais frágil e começa a exigir uma atenção especial. E é este o momento de retribuir todos os cuidados e carinhos por eles dispensados, e mostrar que merecem toda orientação e ajuda para tomarem certos cuidados com sua saúde física e mental.

Nesta fase, praticar exercícios físicos é fundamental. “Os exercícios mais indicados para a terceira idade são aqueles que sejam seguros e que ofereçam como resultados a sua autonomia, para que eles consigam se deslocar sem ajuda, como tomar banho e subir escadas”, afirma Inelia Garcia, diretora da rede The Pilates Studio Brasil.

O Pilates é indicado para pessoas de todas as idades, principalmente na terceira idade. O método original de condicionamento físico oferece inúmeros benefícios: desenvolve a flexibilidade, mobilidade articular e o controle motor, melhora a capacidade cardio respiratória, favorece o realinhamento postural e a soltura dos músculos e articulações.

Além disso, trabalha com a circulação, a respiração e o aparelho locomotor (ossos, músculos, tendões e articulações), com segurança e eficiência, sem impacto nas articulações e órgãos internos. “O método também ajuda a estimular as faculdades mentais como memória, a imaginação e a inteligência”, afirma Inelia.

Não existe nenhuma restrição para praticar pilates. É uma atividade física especialmente indicada a partir dos 50 anos. “Os exercícios devem ser analisados de acordo com a faixa estária de cada um. Os fatores determinantes dos exercícios vão depender do nível de impacto e as repetições para evitar que tirem a motivação e não prejudique a concentração”, alerta Inelia Garcia, responsável por trazer o método para o Brasil.

Para Inelia, o mais importante, é que os exercícios devem ter objetivos e que façam sentido para o idoso e que sejam aplicados sempre com muita segurança e respeito.

Método Pilates

Como surgiu

Por ser uma criança de saúde debilitada, o alemão Joseph Pilates dedicou-se a pesquisar e praticar uma atividade física que o tornasse forte e saudável. Na juventude ele praticou esqui, mergulho e natação e tornou-se especialista em cultura física. Durante a Primeira Grande Guerra foi enfermeiro na Inglaterra e aproveitou para treinar os soldados com seu Método. O treinamento possibilitou não só o fortalecimento do corpo daqueles homens, como também aumentou a imunidade da tropa que não sucumbiu à epidemia de gripe que assolou a Grã-Bretanha no período. A partir de então, sua técnica foi consagrada e seu nome reconhecido.

De volta à Alemanha, o pesquisador aplicou o Método na polícia de Hamburgo. Em 1926 foi para Nova York, onde montou o primeiro Studio Pilates do mundo. Logo, dançarinos e atletas aderiram aos exercícios. O método da contrologia chegou ao Brasil pelas mãos de Inelia Garcia, em 1997. Formada pelo The Pilates® Studio de Nova York, foi instruída pela master theacher Romana Kryzanowska a ensinar e propagar a técnica no país. A proposta fez Inelia montar o primeiro Studio de Pilates do Brasil, em São Paulo, há mais de 11 anos.

Fonte: Lúcia Fontes

Leite faz bem aos ossos e deixa seus músculos ainda mais fortes



Se você não estiver visualizando o texto com clareza, aperte a tecla
Ctrl, mantenha pressionada e simultaneamente, pressione a tecla do sinal de +



Desde pequenos, ouvimos que devemos tomar leite porque faz bem para os ossos, o que de fato é verdade. O leite, assim como seus derivados (queijo e iogurte, por exemplo), é uma fonte de cálcio, um dos elementos mais abundante no corpo humano, por sua presença na formação óssea.

Brócolis, couve, couve-flor, repolho, verduras verde escuras (com exceção do espinafre, que contém um alto teor de ácido oxálico), algas marinhas, gergelim integral, amêndoas e feijão são exemplos de outras fontes deste importante elemento para o ser humano, principalmente para quem pratica exercícios físicos, já que a deficiência do cálcio pode levar a osteoporose, na qual os ossos se deterioram e há um aumento considerável no risco de fraturas.

O nível máximo tolerável é de 2.500 mg ao dia, tanto para homens quanto para mulheres. e acima desse nível, pode prejudicar o estado nutricional de ferro, magnésio, fósforo e zinco, pois o cálcio inibe a absorção do mesmo. Também pode causar um desconforto gastrintestinal, pois é comum observar constipação, dores abdominais e excesso de formação de gases.

A ingestão de cálcio em grandes quantidades na forma de suplementos, pode acarretar hipercalcemia concentração sanguínea de cálcio anormalmente elevada e quando grave, a hipercalcemia resulta em tônus muscular frouxo, constipação, grandes volumes urinários, náusea e outras situações mais graves.

FONTE

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Veja 100 conselhos para melhorar a vida de quem tem mais de 60 anos


Se você não estiver visualizando o texto com clareza, aperte a tecla
Ctrl, mantenha pressionada e simultaneamente, pressione a tecla do sinal de +


Mais longeva e mais saudável, grande parte da geração que está agora na terceira idade passa longe da definição de dependente, frágil e lenta, que sempre acompanhou os mais velhos. Ainda assim, é preciso lidar com dificuldades de memória, audição e sono, entre outras. E estar atento a detalhes em casa que podem, por exemplo, favorecer uma queda que será diretamente responsável pela deterioração da saúde.

Por outro lado, o excesso de zelo pode dar a impressão ao idoso de que ele não é mais capaz ou útil socialmente e levar a quadros de depressão.

Algumas medidas buscam o equilíbrio entre os dois pontos e ajudam a superar essas limitações físicas e melhorar a qualidade de vida e a autonomia. Vinte especialistas dão 100 dicas sobre vários assuntos, de exercícios a sono, passando por memória, sexo e viagens.

E fica o reforço na sugestão "número zero": o apoio é bem-vindo, mas eles não querem, nem precisam, ser superprotegidos.

Para abrir os links abaixo, basta clicar 2 vezes em cada um deles, e para voltar ao blog, clique na seta voltar do seu computador.

Quedas
Mente
Corpo
Casa
Prazer
Lazer
Audição
Produtos
Residencias


FONTE: FOLHA ON-LINE

Os cuidados com a pele após os 50 - Por Maria Fernanda Schardong

Nossa pele é nosso cartão de visitas. Seja qual for a idade, manter uma boa aparência é sempre importante, principalmente, para garantir a boa saúde da pele. Especialistas alertam para a gravidade das doenças causadas pela exposição ao sol, sem proteção.

Em geral, são as mulheres que mais sentem o efeito do tempo. E o maior vilão da pele é, sem dúvidas, o sol. A exposição deliberada aos raios solares é a causa mais freqüente dos problemas de pele, inclusive, dos cânceres. Após os 50 anos, as rugas e a flacidez cutânea, diretamente ligadas à super exposição ao sol, se acentuam.

Segundo a dermatologista Valéria Marcondes, o bom senso é sempre aconselhável. “Devemos evitar os exageros que, muitas vezes, escravizam e não contribuem para uma face ou corpo bonito e saudável”.

Pele seca, com coceira e, às vezes, com lesões descamativas nos braços e pernas, também são freqüentes. “A proteção solar mais eficaz deve ser feita através do uso de filtro solares diariamente, e conforme o tipo de pele ou patologia que esta apresente, deve-se usar sempre o fator 15 (no mínimo) ou mais”, aconselha a dermatologista.

Para aqueles que não se protegeram e que procuram restaurar a firmeza da pele, livrar-se de rugas e manchas, existem tratamentos dos mais diferentes tipos.
De acordo com Valéria, os mais procurad
os são: aplicação de botox peelings químicos e a laser preenchimento de rugas e retirada de manchas no rosto e no corpo.
Em geral, os custos desses tratamentos são altos, entretanto, a maior preocupação com a saúde da pele, colabora para torná-los mais acessíveis. “Quanto mais as pessoas se interessam nos tratamentos e prevenção do envelhecimento, maior é o interesse das indústrias em lançar novos produtos de qualidade e de custos mais competitivos”, afirma a dermatologista.

FONTE: Maisde50

AS INFORMAÇÕES SOBRE SAÚDE DISPONÍVEIS NESTE BLOG TEM O PAPEL DE ORIENTAR E NUNCA SUBSTITUIR, A RELAÇÃO EXISTENTE ENTRE OS VISITANTES DO BLOG E OS SEUS MÉDICOS E/OU PRESTADORES DE CUIDADOS DE SAÚDE.


domingo, 28 de setembro de 2008

GH o O hormônio da ilusão

Um estudo põe na berlinda o GH, uma das substâncias mais populares no combate ao envelhecimento.

A luta da ciência contra a ação do tempo, os hormônios são as apostas mais recentes. Como o conhecimento sobre o papel dessas substâncias ainda é limitado, não raro se investe em uma delas que, algum tempo depois, se revela inócua, quando não perigosa. O alvo da vez é o GH, sigla em inglês para o hormônio do crescimento, popular sobretudo nas academias de ginástica, graças a seus supostos poderes de aumentar músculos, reduzir gordura e melhorar a disposição. Na última edição da revista médica Annals of Internal Medicine, foi publicado o mais importante estudo de revisão já feito sobre o impacto da reposição de GH na saúde de homens e mulheres. O trabalho, realizado por pesquisadores da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, analisou 31 estudos científicos, considerados os mais significativos sobre o tema, e chegou à seguinte conclusão: o hormônio do crescimento não tem nenhuma serventia para conter o processo de envelhecimento. "Nada justifica sua prescrição com essa finalidade", disse a VEJA o médico Hau Liu, um dos autores do estudo. O uso do hormônio sem critério, em pessoas saudáveis, pode levar a insuficiência cardíaca e diabetes e estimular o crescimento de tumores. Inchaços e dores articulares também são alguns dos efeitos adversos relatados por usuários da substância. "Pessoas saudáveis que apelam para o GH com o intuito de emagrecer ou rejuvenescer acreditam em uma mentira propagada em academias de ginástica e por médicos charlatães", diz o endocrinologista Alfredo Halpern, professor da Universidade de São Paulo e autor de um trabalho sobre o assunto. As injeções são caras – ao redor de 15.000 dólares por ano.

O hormônio do crescimento é responsável, entre outras funções, pelo controle da multiplicação celular, pela distribuição de gordura e pela formação de músculos. Com a idade, a produção de GH tende a diminuir – o que não significa necessariamente que doses extras do hormônio possam deter a ação do tempo sobre o organismo. "O envelhecimento é um processo muito mais complexo do que a simples alteração nos níveis sanguíneos de um hormônio", diz o endocrinologista Freddy Goldberg, de São Paulo. Oficialmente a terapia de reposição de GH é indicada apenas para crianças com baixa estatura por deficiência da substância e para adultos com queda hormonal grave. O uso do hormônio sem supervisão médica pode desequilibrar a química do organismo e desencadear doenças graves.

Fontes: MEDLINE VEJA on-line

Anemia no Idoso: comum, mas não normal


Aumentar Letras Ctrl+ A A A
Diante do aumento certo da expectativa de vida da população, é importante estar atento a uma das doenças mais comuns nos idosos A anemia é uma anomalia caracterizada pela diminuição da concentração da hemoglobina dentro das hemácias e pela redução na quantidade de hemácias no sangue. Isso resulta em uma redução da capacidade do sangue em transportar o oxigênio aos tecidos. A hemoglobina, uma proteínas presente nas hemácias, é responsável pelo transporte de oxigênio dos pulmões para os demais órgãos e tecidos e de dióxido de carbono destes para ser eliminado pelo pulmão.

Ao contrário do que muita gente acredita, a anemia no idoso, embora seja um problema comum na população de idosos, não faz parte do envelhecimento normal e pode levar à morte. Ela ocorre em 10 a 15 indivíduos a cada 1.000, portanto, deve-se atentar aos seus sintomas e procurar auxílio médico para o tratamento correto.

Existem vários tipos de anemia, sendo os mais freqüentes em idosos a anemia de doença crônica, seguida pela deficiência de ferro , por hemorragia e outras, como deficiência por B12, insuficiência renal ou leucemias.É importante ressaltar que a anemia é fator de risco para outras doenças, pois reflete somente o baixo nível de hemoglobina circulante.. Portanto, uma vez presente, é necessário realizar investigação para determinar qual a sua causa. “Com anemia, há um menor aporte de oxigênio nos tecidos, o que pode acarretar diversos problemas, como insuficiência cardíaca, infarto e acidente vascular encefálico, conhecido como derrame, entre outras enfermidades”, explica médico geriatra dr. Omar Jaluul, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

A anemia pode comprometer a qualidade de vida do indivíduo, que fica mais suscetível a infecções e quedas por apresentar instabilidade, imobilidade, fraqueza, além do prejuízo intelectual. Porém, em geral, a doença é assintomática no início, podendo acarretar palidez da pele, cansaço, indisposição, falta de ar, taquicardia, inchaço e até dor toráx. “O idoso pode e deve se prevenir da anemia adotando cuidados diários

Uma dieta variável e equilibrada com verduras e legumes frescos e proteínas aliada ao controle rigoroso das doenças pode ajudar na prevenção da anemia”, conclui dr. Jaluul.“A anemia nos idosos preocupa por eles já apresentarem menor reserva funcional e, portanto, qualquer situação que exija mais do seu organismo pode levar a prejuízos irreversíveis”, completa o especialista.


AS INFORMAÇÕES SOBRE SAÚDE DISPONÍVEIS NESTE BLOG TEM O PAPEL DE ORIENTAR E NUNCA SUBSTITUIR, A RELAÇÃO EXISTENTE ENTRE OS LEITORES DO BLOG E OS SEUS MÉDICOS E/OU PRESTADORES DE CUIDADOS DE SAÚDE.

sábado, 27 de setembro de 2008

Einstein no Brasil



Cerca de dois milhões de pessoas de vários países já viram a exposição 'Einstein' que agora chega ao Brasil.

Através de instalações interativas que usam recursos multimídia e painéis distribuídos por quatro mil metros quadrados a vida acadêmica e pessoal do físico Albert Einstein (1879-1955) é contada em dez capítulos: 1. Vida e Tempo, 2. Luz, 3. Tempo, 4. Átomos, 5. Energia, 6. Gravidade, 7. Guerra e Paz, 8. Cidadão Global, 9. Legado e 10. Einstein no Brasil.

A exposição pode ser visitada até o dia 14 de dezembro no Pavilhão Engenheiro Armando de Arruda Pereira

Parque Ibirapuera, portão 10, São Paulo.

Horários:de terça a domingo (terça a sexta das 9h às 21h e sábados, domingos e feriados das 10h às 21h).

Os ingressos custam R$ 15,00.

Estudantes e professores pagam R$ 7,00.

O coordenador científico da exposição é o prof. Dr. Marcelo Knobel, docente do IFGW - Instituto de Física Gleb Wataghin da Unicamp.




Idoso que faz dieta sem exercício perde massa muscular, diz pesquisa

JULLIANE SILVEIRA
da Folha de S.Paulo

Uma dieta com restrição calórica não é suficiente para manter a boa saúde de idosos acima do peso, de acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Pittsburgh e publicada no "Journal of Applied Physiology" neste mês.

Os pesquisadores constataram que idosos que diminuem a ingestão de alimentos sem fazer exercícios perdem mais massa magra.

Durante quatro meses, foram avaliadas 64 pessoas entre 60 e 75 anos de idade que eram obesas ou tinham sobrepeso, divididas em grupos que aliaram dieta a exercícios, que só controlaram a alimentação e que apenas praticaram atividades físicas. "Vimos que os idosos que perderam peso sem praticar exercícios não aumentaram a habilidade de queimar gorduras em comparação com os que também fizeram exercícios", disse à Folha Francesca Amati, líder da pesquisa.

Os resultados também mostraram que os idosos que só fizeram dieta tiveram diminuição de peso resultante da perda de gordura e de massa magra. Já os que combinaram dieta com exercício perderam basicamente gordura.

A partir dos 40 anos de idade, o organismo tende a trocar massa muscular por tecido adiposo, intensificando essa troca depois dos 60 anos, explica Carlos André Freitas dos Santos, coordenador do Ambulatório de Promoção da Saúde da disciplina de geriatria e gerontologia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

A perda dos músculos pode trazer problemas de locomoção. "Não é raro ver idosos com mais de 80 anos sem doenças graves terem limitações de mobilidade, não conseguirem preparar refeições ou se levantarem da cama simplesmente por serem sedentários", diz.

A melhor forma de driblar a diminuição natural da musculatura é praticar exercícios de resistência, como a musculação e o pilates, por exemplo. Combinados a um exercício aeróbico no mínimo três vezes por semana, auxiliam na formação de massa muscular e trazem impacto positivo na prevenção de osteoporose, problemas de memória, concentração e atenção e transtornos psicológicos.

Antes de começar a se exercitar, no entanto, o idoso deve procurar um médico para uma avaliação clínica --qualquer especialista que conheça as particularidades dessa faixa etária pode ajudar.

Quanto à dieta alimentar, Santos explica que há variações caso a caso, mas que é possível perder peso apenas adquirindo hábitos saudáveis. Fracionar a alimentação em cinco refeições diárias, consumir no mínimo seis porções de vegetais por dia, evitar guloseimas e embutidos e não ingerir comidas pesadas à noite já ajudam.

"Observo que idosos com sobrepeso possuem maus hábitos alimentares e, com pequenas mudanças na alimentação, conseguem ajustar o peso", afirma Santos.

FONTE: Folha UOL (26/09/2008 - 10h42)

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Dicas e orientações para evitar as varizes



Se você não estiver visualizando o texto com clareza, aperte a tecla
Ctrl, mantenha pressionada e simultaneamente, pressione a tecla do sinal de +

Com algumas simples mudanças de hábitos você consegue
evitar o aparecimento desse mapa no seu corpo....


É possível ter pernas bonitas sem os indesejáveis vasinhos e as temidas varizes. Saiba como, seguindo algumas sugestões simples que causaram muita diferença.

Dicas para evitar a formação do terrível mapa na sua pele:

1. Obesidade: o aumento de peso deve ser evitado, pois além de comprometer a estética corporal e o estado emocional, leva a um aumento dos vasos sanguíneos nos membros inferiores.

2. Gravidez: a gravidez é um fator desencadeante de vasinhos e varizes. Como elas estão associadas à presença de dilatações venosas grandes, também estão presentes as dilatações de vasos menores, ou seja, os vasinhos.

3. Anticoncepcional: toda vez que a opção do controle gestacional for o uso de anticoncepcional oral está presente o desencadeamento de vasos e varizes nos membros inferiores, portanto é necessário conhecer todos os métodos para controle gestacional e optar por outro que não utilize hormônios.

4. Vida sedentária: a falta de exercício físico leva a obesidade e como conseqüência a aumento de gordura e perda da musculatura em diversas regiões do corpo, dentre elas estão os vasos sanguíneos. Isto torna a parede do vaso enfraquecida e por conseqüência surge a dilatação.

5. Fumo: o fumante está exposto a diversas situações de risco. O cigarro facilita o espasmo vascular e pode contribuir para aumentar os vasinhos e produzir o desencadeamento de flebites nos mesmos.

6. Componente familiar: se você tem na família pessoas portadoras de varizes é necessário ficar atento porque a possibilidade de ter a mesma doença aumenta em 30%. Portanto, os cuidados devem ser maiores e evitar os fatores desencadeantes.

7. Trabalho: O trabalho em pé ou sentado por muitas horas seguidas deve ser evitado. Se não for possível é aconselhável fazer exercícios repetidos com o dorso-flexão dos pés. Os movimentos facilitam a mobilização da musculatura da barriga da perna evitando o aparecimento do problema.

8. Prevalência: as varizes são mais comuns nas mulheres (a proporção é de 4/1). Portanto estamos diante de uma situação onde as mulheres devem ser alertadas e seguir os conselhos para evitar as conseqüências das varizes.

Enfim, em caso de qualquer dúvida é imprescindível procurar ajuda profissional individualizada.

Dr. José Mario Reis
Cirurgia Vascular e Angiologia.
Formado pela FMUSP
É Coordenador da Residência Médica
em Cirurgia Vascular do Hospital Ipiranga/SP

AS INFORMAÇÕES SOBRE SAÚDE DISPONÍVEIS NESTE BLOG TEM O PAPEL DE ORIENTAR E NUNCA SUBSTITUIR, A RELAÇÃO EXISTENTE ENTRE OS VISITANTES DO BLOG E OS SEUS MÉDICOS E/OU PRESTADORES DE CUIDADOS DE SAÚDE.




quinta-feira, 25 de setembro de 2008

O Mundo é feito de gentilezas.




video

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

De Graça: Hospital do Coração apresenta o duelo entre os Anjos do “bem” e do “mal” na peça “Fumundo”

O espetáculo será encenado pela trupe HCorArte, formada
por colaboradores do Hospital, e faz parte das celebrações do Dia Mundial do Coração.

Comemorando o Dia Mundial do Coração, este ano no próximo domingo, 28 de setembro, o HCor - Hospital do Coração, em São Paulo, apresenta nesta sexta-feira, 26 de setembro, a partir das 15h a peça “Fumundo” encenada pela trupe HCorArte, formada pelos colaboradores do Hospital.
A peça conta a trajetória de uma pessoa que é seduzida pelo cigarro por meio do anjo do mal, enquanto o anjo do bem tenta resgatá-la e impedir que se torne viciada. A situação fica mais complicada quando a morte vem buscá-la, mas o anjo da vida tenta reverter à situação. O final é surpreendente.

Evento: apresentação da peça “Fumundo”
Data: sexta-feira (26 de setembro)
Horário: a partir das 15horas
Local: auditório do Hospital do Coração – Rua Desembargador Eliseu Guilherme, 147 - Paraíso

Entrada gratuita

Exames que devem ser realizados periódicamente

Aumentar Letras Ctrl+ A A A

  • Homens e Mulheres a partir de 35: Hemograma, glicemia, uréia, TGO, TGP, creatinina, colesterol total e triglicerídeos, exame de urina, parasitológico de fezes, avaliação oftalmológica e odontológica, eletrocardiograma de repouso, teste ergométrico. Além desses é importante realizar uma pesquisa doenças venéreas: HIV, hepatite B e C, HPV, clamídia, gonorréia, sífilis, herpes, cancro mole e donovanose.

Em casos com alteração ou duvidosos para doença coronáriana, o paciente deve complementar os exames por meio de testes complementares como cintilografia de perfusão miocárdica, tomografia cardíaca ou cateterismo cardíaco.

  • Homens a partir dos 40 anos: Toque retal + dosagem sanguínea de PSA , que deve, ser continuados anuallmente a partir dos 45 anos.
  • Mulheres a partir de 35 anos: Continuar com a rotina de papanicolau anualmente, realizar mamografia controle. Após 40 anos a mamografia deve ser repetida a cada 2 anos e acima de deve ser realizada anualmente.
  • Mulheres na menopausa (em média após 45 anos) devem se submeter ao teste de densitometria óssea para prevenção de controle da osteoporose.
  • Homens e Mulheres acima 50 anos: Além dos já citados, é preciso realizar também o exame de sangue oculto nas fezes.
  • Homens e Mulheres na Terceira Idade: (acima de 60 - 65 anos): Além de consulta médica anual ou a partir do check-up inicial, realizado entre os 35 e 40 anos, as pessoas nessa faixa etária devem se submeter a avaliações da função cardíaca (ecocardiograma), radiografia do tórax, ecografia do abdome, reto-sigmoidoscopia e enema opaco, exames de função tireoideana, densitometria óssea (após os 65 anos o risco de osteoporose é similar entre homens e mulheres) e vacinação contra gripe, pneumonia, tétano, difteria.

Dr. Francis Fujii, médico de família e patologista clínico do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA.



terça-feira, 23 de setembro de 2008

Vovó não ouve


Aumentar Letras Ctrl+ A A A

Problemas de audição podem levar ao afastamento do convívio social e em família e, em casos mais graves, causar depressão.


Vovó está na sala, ouve as conversas, mas não demonstra entender o que é dito. Embaraçada, ela passa a se distanciar do convívio em casa e em outros ambientes. Quem tem esse tipo de caso na família deve ficar atento. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 10% da população mundial têm problemas de audição. No Brasil, segundo estimativas da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia, 15 milhões de pessoas sofrem algum tipo de perda auditiva. Cerca de 350 mil não ouvem qualquer tipo de som. Na velhice, o problema é ainda mais grave. A presbiocusia, que é a perda de audição que se deve ao desgaste provocado pelo envelhecimento, se não tratada a tempo, pode causar sérios danos.

Há dez anos, a professora aposentada A.B.S., 77, passou a ter dificuldades para ouvir. Em casa, os sintomas que apresentava eram tratados como mera rabugice, distração, indisposição para o convívio social. O resultado foi uma depressão que se arrastou por muito tempo, até que ela resolveu procurar um médico. O diagnóstico foi imediato: perda de audição. "Eu ficava atordoada, principalmente quando havia muita gente e todos falando ao mesmo tempo. Quando fui ao médico, tive de fazer tratamento para a depressão e ele me aconselhou usar um aparelho. Estou bem melhor agora", relembra a professora.

A fonoaudióloga Cileide Obrich chama a atenção para alguns sinais de alerta: redução na percepção da fala, principalmente em ambientes ruidosos intolerância a sons de alta intensidade alterações psicológicas como a depressão, frustração, embaraço, raiva e medo dificuldade de comunicação com o médico e outros profissionais problemas de alerta em geral, como atravessar a rua e não ouvir a buzina. Esses são alguns sintomas que pedem um exame médico.

Os cuidados devem ser redobrados a partir dos 65 anos. "O próprio envelhecimento celular e as mudanças degenerativas e fisiológicas causam uma perda natural da audição. A partir dessa idade, as chances da surdez se manifestar aumentam consideravelmente", diz Cileide Obrich.

A fonoaudióloga faz questão de ressaltar que a depressão não causa a surdez. O que ocorre é o inverso. "A limitação em fazer coisas que geram prazer, como ir ao cinema, teatro ou até mesmo assistir televisão, e os problemas relacionados com a inutilidade perante a família são as principais causas da depressão decorrente da surdez", afirma.

Quanto mais cedo o idoso ou a família pedem ajuda profissional, mais fácil será tratar o problema. Os especialistas afirmam que é possível conviver, e bem, com o problema.

Atualmente, a solução mais comum é o aparelho auditivo. "O uso do aparelho e o apoio da família são essenciais para que o idoso volte a ter habilidade de comunicação e, consequentemente, qualidade de vida. Mas somente o profissional poderá fazer essa indicação", pondera a fonoaudióloga.

FONTE:Maria da Luz Miranda


segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Nesta sexta - Saúde Feminina DE GRAÇA no Shopping Ibirapuera - SP



Para aumentar a letra Crtl+

Ação marca o Dia da Mulher Cardiopata


As mulheres que passarem pelo Shopping Ibirapuera nesta sexta-feira (26 de setembro), das 11h às 18h poderão fazer a medição da circunferência abdominal, aferição da pressão arterial e a dosagem do colesterol. Tudo isso em comemoração ao Dia da Mulher Cardiopata (comemorado no dia 17 de setembro). Para não deixar a data passar em branco o Shopping Ibirapuera, a Associação AVIDA Pazzanese e o laboratório Roche decidiram fazer a Feira da Saúde da Mulher Cardiopata. Além dos exames, os profissionais da área da saúde farão orientações médicas e nutricionais.

No dia Municipal de Combate ao Estresse, SBH - (Sociedade Brasileira de Hipertensão) orienta os paulistanos.



Aumentar Letras Ctrl+ A A A


São Paulo terá dia de combate ao estresse


No dia Municipal de Combate ao Estresse, SBH orienta os paulistanos

A doença que é sinônimo de vida moderna ganhou uma data de combate, instituída por Lei, na cidade mais agitada do país: 23 de setembro. No Brasil 70% da população econômicamente ativa sobre deste mal, e no Estado paulistano são mais de 37%.

Os principais sintomas do estresse são os sinais de cansaço, dor na coluna, sentimento de medo e agressividade constantes, diminuição da produtividade e eficiência, perda de memória, aceleração do batimento cardíaco, irritação, entre outros.

O estresse está associado diretamente às doenças do coração e à hipertensão arterial. Preocupada com o índice representativo de pessoas estressadas que são cometidas por pressão alta, a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) reforça alguns cuidados que devemos ter.

O controle do estresse emocional é necessário para a prevenção primária da hipertensão arterial. O treino desse controle resulta em: redução da reatividade cardiovascular, redução de variabilidade e redução da pressão arterial, sendo recomendado não só para hipertensos, mas também para aqueles com tendências de desenvolver a doença.

Segundo a V Diretrizes Brasileira de Hipertensão Arterial há evidências de uma relação entre estresse emocional e aumento da pressão arterial e da reatividade cardiovascular, sendo essa aumentada ao estresse um fator de desenvolvimento da hipertensão arterial. O estresse crônico também pode contribuir.

Estudos demonstram que esta associação sugere que o medo crônico, a ansiedade, a solidão e a depressão podem ser causa de mortes em pessoas com doenças do coração. O estresse libera um hormônio constritor (a adrenalina) que elevaria a pressão arterial. Em indivíduos não propensos à hipertensão, o organismo liberaria um segundo hormônio, um vasodilatador, a dopamina, impedindo que a pressão se mantenha alta.

“A rotina do mundo atual faz com que as pessoas não se atentem aos hábitos e exercícios que ajudam a exercitar corpo e mente e, deixam somente, que o cansaço e as dificuldades predominem causando assim, o estresse.”, afirma Dr. Artur Beltrame Ribeiro, presidente da Sociedade Brasileira de Hipertensão.

AS INFORMAÇÕES SOBRE SAÚDE DISPONÍVEIS NESTE BLOG TEM O PAPEL DE ORIENTAR E NUNCA SUBSTITUIR, A RELAÇÃO EXISTENTE ENTRE OS VISITANTES DO BLOG E OS SEUS MÉDICOS E/OU PRESTADORES DE CUIDADOS DE SAÚDE

10 MANDAMENTOS PARA A PREVENÇÃO E CONTROLE DA PRESSÃO ALTA

01. Meça a pressão pelo menos uma vez por ano.
02. Pratique atividades físicas todos os dias.
03. Mantenha o peso ideal, evite a obesidade.
04. Adote alimentação saudável: pouco sal, sem frituras e mais frutas, verduras e legumes.
05. Reduza o consumo de álcool. Se possível, não beba.
06. Abandone o cigarro.
07. Nunca pare o tratamento, é para a vida toda.

08. Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde.

09. Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer.

10. Ame muito.

AS INFORMAÇÕES SOBRE SAÚDE DISPONÍVEIS NESTE BLOG TEM O PAPEL DE ORIENTAR E NUNCA SUBSTITUIR, A RELAÇÃO EXISTENTE ENTRE OS VISITANTES DO BLOG E OS SEUS MÉDICOS E/OU PRESTADORES DE CUIDADOS DE SAÚDE.

domingo, 21 de setembro de 2008

A triste história dos sacos plásticos descartáveis.



video

Se você separar o lixo reciclável de forma correta, lavando antes de desprezá-lo, evitará a proliferação de ratos e baratas na sua casa e poderá por exemplo, colocá-lo em uma caixa de papelão, com isso usará o saco plástico, apenas para o lixo orgânico, aumentando assim a sua colaboração com o meio ambiente.
Este vídeo foi adaptado de um arquivo em PPs. enviado pelo Eng. Basílio, amigo e leitor do blog.

Trilha do vídeo: Austrália (Clarice)

Soneca sem culpa.


(The Siesta Art Print by Paul Gauguin)

Aumentar Letras Ctrl+ A A A

Saiba como tirar melhor proveito de um cochilo depois do almoço

Todos sabem que dormir bem ajuda a manter a saúde. Mas o sono ainda é cercado de desconhecimento e mitos, como o de que precisamos dormir 8 horas por dia. "Isso é mentira", diz Marco Túlio de Mello, chefe da disciplina de medicina e biologia do sono do Departamento de Psicobiologia da Unifesp. "Acontece que a média da população precisa de sete horas e 40 minutos de sono para sentir-se bem, mas há os curtos dormidores, que necessitam de menos de seis horas e meia, e os longos, que requerem mais de 8 horas."

A "siesta" é outro tema que desperta opiniões controversas. Enquanto uns acham que cochilar depois do almoço é um merecido descanso, outros vêem a prática com pouca tolerância. Mas cada vez mais estudos vêm demonstrando que a soneca traz benefícios físicos, como a recuperação do corpo, e mentais, como o aumento da concentração. "Ela é ótima para quem vai trabalhar à tarde", diz Mello.

Há quem não se adapte, porém, e acorde do cochilo vespertino meio mal humorado ou "grogue". "Mas a maioria se beneficiaria", afirma o psicobiólogo. O ideal, portanto, é que cada um experimente a siesta para saber se ela vai funcionar.

E se alguém falar pra você que cochilo é coisa de preguiçoso, diga que um estudo da Universidade de Harvard mostrou que sonecas diárias de 45 minutos são suficientes para turbinar a memória e o aprendizado. Não é um ótimo argumento?

A SIESTA PERFEITA
Relaxe, tire os sapatos e comece a roncar
  • Relaxe, tire os sapatos e pode começar a roncar Você pode até usar o carro, baixando os bancos o máximo possível - mas estacione num lugar seguro
  • Caso haja barulho, use tapa-ouvidos ou ouça música calma. Vale também sons de ondas, de pássaros, o que você considerar relaxante
  • Feche as janelas, cortinas ou use uma máscara. A escuridão estimula a produção de melatonina, hormônio indutor do sono
  • Segundo os fisioterapeutas, essa é a melhor posição para dormir: corpo de lado, com o travesseiro entre o ombro e o pescoço, e pernas levemente dobradas (pode haver um travesseiro ou almofada entre elas)
  • Faça sua siesta entre 12h e 14h. Nesse período, nossa temperatura tende a cair, estimulando o sono
  • Programe um despertador para dormir entre 20 e 40 minutos, coincidindo o despertar com uma fase de sono leve. Sono atrasado? Vá de 90 minutos, um ciclo de sono completo
  • Faça um almoço leve, rico em salada, legumes e frutas. Uma refeição pesada pode derrubar você
  • Tome um café antes. A cafeína leva uns 25 minutos para fazer efeito e vai "bater" na hora de acordar.
(Isso só funciona para não-viciados)
  • Aprenda técnicas de meditação para relaxar a mente

FONTE: Revista Galileu

HOJE - DIA MUNDIAL DE ORAÇÕES PELA PAZ.



Notícias do Blog



Aumentar Letras Ctrl+ A A A

Estes paises enviaram 408 visitas

Alemanha; Munich,Berlim;Wadgassen; Wolfsburg

Angola; Luanda

Argentina; Buenos Ayres;Quilmes;Vicente Lopez

Bolívia; La Paz

Canada; Seattle;Skedsmokorset;

Chile; Santiago; La Cisterna

China; Guangzhou; Pequim; Yancheng

Espanha; Madri;Bilbao;Zaragoza

Inglaterra; Londres

Israel;Beersheba; Petah Tiqwa

Itália; Milão; Verona; Augusta; Roma

Japão; Obu; Tókio

México; Monterrey; Cidade do México

Moçambique; Maputo

Portugal; Almada; Braga;Faro; Guarda; Lisboa; Porto; Rio Maior; Sacavem

Santo Tirso; Tomar; Vila Nova de Gaia

Singapura

Suécia; Estolcomo

Suíça; Lausanne; Zurich

Taiwan; San-Ch'Ung;

Território Palestino

Turquia; Mugla

United Kingdom; London; Watford

USA; Amarillo; Augusta; Avenel; Baltimore; Beaverton; Boston; Brentwood

Cambridge; Center Line; Chattanooga; Cordova; Dalton; East Peoria

Fallston; Grand Rapids; Grapevine; Holmes; Inver Grove Heights

Jersey City; Kalamazoo; Los Angeles; Miami; Midlothian; Mount Dora

Muncie; New York; Plantsville; Portland; Stratford; Tampa; Tulsa

Waipahu; Washington; Waterford; West Bloomfield;West Hollywood; Windsor

Vietnam; Thanh Pho Ho Chi Minh

FONTE: Google Analytics


Notícias do Blog








Aumentar Letras Ctrl+ A A A

Tatuí



FONTE: Google Analytics

  © Blogger template 'Perhentian' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP