MUDAMOS DE ENDEREÇO

MUDAMOS DE ENDEREÇO
MUDAMOS DE ENDEREÇO TODAS AS POSTAGENS DAQUI, ESTÃO LÁ. ABRAÇOS E OBRIGADA. silvia masc

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

MUDAMOS DE ENDEREÇO/ NEW ADRESS


O Espaço Melhor Idade, mudou de cara e de nome, a proposta é a mesma: "fazer crer, que através da informação, do conhecimento fornecido pelo blog e pela aplicação desses, a vida se torne muito melhor e que seja longa, ativa, com alegria e bem estar, respeitando as limitações de cada um" .

Apareçam, será um prazer vê-los por lá.

(O Espaço Melhor Idade, não está sendo atualizado, porém todas postagens foram transferidas para o Longevidade)




abraços e obrigada,

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Como deixar comentário

clique na imagem para ampliar

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Novo endereço:




http://longevidade-silvia.blogspot.com/

ESSE BLOG NÃO ESTÁ SENDO ATUALIZADO SEJA BEM VINDO AO NOVO ENDEREÇO ACIMA
TODAS AS POSTAGENS DAQUI FORAM TRANSFERIDAS PARA O BLOG NOVO.





O Blog mudará de nome

Iniciei esse blog, prestando uma singela homenagem aos meus pais, porém a medida que fui me envolvendo com assuntos relativos aos idosos, e tendo uma resposta de quase 13 mil visitas em poucos meses, senti que não era simplesmente uma homenagem à eles, mas também, uma maior responsabilidade com os leitores, que leem que escrevem, opinam, comunicam e com os que estão didáticamente fazendo uso do conteúdo. Passei então a ler muito mais sobre o assunto, e entre outras ideias para serem colocadas aqui, algumas leituras me fizeram repensar o nome do blog, uma das leituras falava sobre os milhões de idosos que são molestados fisicamente e moralmente diariamente no Brasil e no mundo, outra foi a entrevista aqui publicada (ver no link abaixo)

Entrevista feita com a Dra. Dorli Kamkhagi - Coordenadora do Grupo de Gênero do Amadurecimento do Instituto de Psiquiatria, no Hospital das Clínicas de São Paulo, ( dia 28/01/2009). Também me chamou a atenção, um comentário, feito pela Prof. Neuza Guerreiro de Carvalho - 78 anos que mesmo aposentada, continua intensamente produtiva , ela disse ao auto definir-se:

"Não me chamo velha, não estou na Terceira Idade – a vida não se conta pelo número de anos vividos; não estou na Melho/ridade – porque podemos encontrar coisas boas em qualquer etapa da vida; não gosto de Feliz/idade porque soa artificial... Prefiro dizer, mais poeticamente parafraseando Machado de Assis:
Estou naquela idade inquieta e duvidosa que é um fim de tarde e começa a anoitecer Então, vou me colocar em uma faixa etária, numa idade cronológica – 78 anos – por questão de identificação temporal."

Todas as idades tem o seu encanto, e a etapa do idoso, na maioria da vezes não é a Melhor Idade.

Refletindo sobre as palavras da Dra. Dorli ditas na entrevista e nas palavras da Prof. Neuza alguém que vive a 78 anos, ativa e produtiva, não pude deixár de achá-las ditas com sabedoria e então decidi, mudar o nome do blog.

O blog então, passará a chamar-se LONGEVIDADE, a proposta do blog, continuará a mesma, que é de "fazer crer, que através da informação, do conhecimento e da aplicação desses, a vida se torne muito melhor e que seja longa, ativa, com alegria e bem estar, respeitando as limitações de cada um".

Vocês poderão acessar o blog, no endereço abaixo, todo o conteúdo também foi inserido lá.


Clique aqui e seja bem vindo
http://longevidade-silvia.blogspot.com/

abraços,





UNIFESP RECRUTA CUIDADORES DE PACIENTES COM DOENÇA DE ALZHEIMER E OUTRAS DEMÊNCIAS.


A pesquisa visa verificar os efeitos da prática de yoga e meditação na redução do estresse, da ansiedade e da depressão dos cuidadores de pacientes com doença de Alzheimer e outras demências.

Os interessados, homens e mulheres, deverão ter entre 30 e 65 anos, e, no mínimo, o segundo grau completo de escolaridade. Os voluntários serão divididos, por sorteio, em dois grupos distintos: grupo yoga e meditação e grupo controle (que receberá o treinamento de yoga e meditação ao término da pesquisa). O estudo terá duração de dois meses.

O voluntário não deverá ter asma; doença pulmonar obstrutiva crônica; síndrome de Cushing (desordem endócrina causada por níveis elevados de cortisol no sangue) e diabetes mellitus; e nem fazer uso de corticóide tópico, nasal ou qualquer forma de apresentação nos 30 dias anteriores ou álcool (mais do que cinco doses por semana) e drogas de abuso. Também não poderá ser praticante de yoga, meditação e técnicas de relaxamento progressivo antes do início da pesquisa.

O uso de tranquilizantes será permitido, desde que o voluntário já venha fazendo uso deste tipo de medicamento e não o abandone durante o experimento.

Os interessados deverão entrar em contato com Sueli, na Unidade de Medicina Comportamental da Unifesp, pelo telefone (11) 5082-2382, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Biblioteca Virtual do Governo do Estado Ajuda a Obter Qualquer Informação que Você Precisa


Em dezembro de 2008 apresentei para vocês o portal Cidadão SP, que concentra em um único local os sites de diversos serviços públicos do governo do estado de São Paulo. São mais de 2070 links disponíveis, que oferecem desde informações sobre como obter remédios de graça através do programa Dose Certa a como registrar um boletim de ocorrência pela Internet.

É tanta coisa que pode ser feita pelo portal que alguns podem até preferir uma ajuda personalizada para encontrar o que procuram. Neste caso, uma saída é recorrer à Biblioteca Virtual do Governo de São Paulo. A Biblioteca Virtual tem uma proposta diferenciada, ela não oferece livros eletrônicos ou arquivos para download, e sim informações personalizadas para qualquer pessoa que acesse o site.

Se você tem qualquer dúvida sobre qualquer serviço ou órgão do governo estadual, a Biblioteca Virtual é um bom ponto de partida para resolvê-las. Aliás, o site não se restringe a fornecer informações sobre São Paulo. Através da opção Fale Conosco, é possível pedir auxílio sobre qualquer tema que a equipe da biblioteca se encarregará de responder.

A resposta é enviada por email, com os dados solicitados. Se o assunto for muito complexo, eles indicarão as fontes de informações mais adequadas para sua pesquisa. Este serviço do governo estadual é usado por pessoas de todas as faixas etárias e níveis de instrução, de colegiais a estudantes universitários e pesquisadores.

Para saber mais dicas sobre uso da Internet, visite meu blog: Nômade Bit.

Note Book a prova de vovó. Enviado por Alexander Striemer

video

sábado, 14 de fevereiro de 2009

‘‘Sexo não tem idade para acabar; proteção também não’’




O número de mulheres com mais de 50 anos infectadas pelo vírus da Aids triplicou em dez anos no Brasil. Em 1996, havia 3,7 casos para cada 100 mil habitantes; em 2006, a proporção chegou a 11,6 por 100 mil. Entre todas as faixas etárias, foi nessa que a doença mais cresceu ao longo do período: 213,5%.

Para reverter esse quadro, o ministério elegeu as mulheres com mais de 50 como alvo da campanha de prevenção da Aids lançada neste Carnaval. Por meio de anúncios na TV e no rádio, outdoors, panfletos etc, o governo divulgará o ‘‘Bloco da Mulher Madura’’, cujo slogan é: ‘‘Sexo não tem idade para acabar; proteção também não’’.

‘‘A pesquisa indica que essas mulheres sabem como a Aids é transmitida, mas não usam camisinha porque se consideram imunes à doença e nunca tiveram o hábito’’, disse Mariângela Simão, diretora do programa nacional de DST/Aids. ‘‘Elas também reclamam que têm menos lubrificação vaginal e que isso prejudica a relação, especialmente com camisinha. Mas basta usar lubrificante’’.

Assim como os preservativos, o gel lubrificante também é distribuído gratuitamente. ‘‘A pesquisa mostra que o homem é quem decide se usa camisinha ou não. A mulher deve perder a vergonha de exigir proteção’’,as mulheres também costumam achar que, por se relacionarem só com o marido, não correm risco de contrair a doença, o que não verdadeiro.

A advogada Beatriz Pacheco, 60, é um exemplo. O segundo marido dela, vítima de cirrose hepática, fez várias transfusões de sangue antes de morrer, em 1992. Ela se casou de novo em 1995 e, um ano depois, começou a ter doenças de pele. Em março de 1997, ela descobriu que estava com Aids. Embora não usasse camisinha com o então marido, ele não contraiu o vírus. ‘‘Tive medo de ser abandonada, mas ele disse que aprenderíamos a usar camisinha. Na farmácia, as pessoas riam ao ver a gente escolhendo camisinha’’, conta ela.

Segundo Jean Gorinchteyn, coordenador do ambulatório de Aids em idosos do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, de São Paulo, os idosos costumam ter resultados melhores no tratamento, pois o seguem à risca.

Ministério da Saúde


Para as meninas aderirem e para os meninos ensinarem

Getty Images
Saltos maiores do que 3cm causam deformidades ósseas



Nas últimas temporadas, a moda tem levado as mulheres a viver nas alturas. Literalmente. Saltos cada vez mais altos parecem ignorar o formato do corpo, propondo uma nova postura.



Até as experientes modelos têm tido dificuldades em andar sobre tais plataformas - quedas em passarelas são cada vez mais comuns. Uma modelo caiu no último desfile da marca Chanel, em Paris.

Para saber até que altura é possível chegar, a ortopedista Cibele Réssio, da Universidade Federal de São Paulo Unifesp), dá algumas recomendações e dicas para combinar seu estilo com boa saúde. Entre elas, salto de apenas 3cm. Confira:

1. Três centímetros é a altura recomendada para que os saltos não tragam prejuízos ao corpo. Mais do que isso, começa a provocar deformidades ósseas, principalmente joanetes.

2. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não são sapatos apertados que causam joanete, mas sim a pressão feita no dedão quando andamos com saltos superiores a 3 cm.

3. Além de joanete, saltos muito altos podem causar outras deformidades como dedos em garra, aumento da incidência de entorses e fraturas de tornozelo.

4. Não é verdade que as mulheres precisam usar um pouco de salto. As que reclamam não conseguir usar sapatos baixos desenvolveram encurtamento da musculatura posterior da perna e sentem dores quando tiram o salto. Para quem sofre desse sintoma, a ortopedista recomenda alongar diariamente os músculos da região.

5. Evite andar longas distâncias com saltos muito altos. Reserve esses sapatos para ocasiões nas quais você não irá se movimentar muito.

6. Os modelos altíssimos com sola meia-pata oferecem um pouco mais de conforto, pois a plataforma na região frontal do pé ameniza a altura do salto. Mas fique atenta ao caminhar. Pois qualquer irregularidade no caminho pode provocar quedas.

7. Fique atenta ao tamanho dos seus pés. Ao longo dos anos, 90% das pessoas passam a calçar um número ou dois a mais. Portanto, nada de comprar sapatos sem experimentar.

8. Compre sapatos sempre no fim da tarde ou à noite, quando os pés estão mais inchados.

9. Sempre experimente os dois pés dos calçados a serem comprados.

10. O modelo deve deixar folga de uma polpa digital entre seus dedos e o material.

USP ON LINE

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Procura-se pessoas com ciúme excessivo - São Paulo - SP


Tratamento contra ciúmes

O Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) está selecionando pessoas de ambos os sexos, com mais de 18 anos, que apresentem ciúme patológico, especificamente o voltado para parceiros amorosos e que prejudique o relacionamento do casal. Os pacientes selecionados receberão tratamento gratuito.

Ciúme patológico

O ciúme patológico é caracterizado por pensamentos e emoções irracionais associados com comportamentos irracionais ou extremos, onde as preocupações com a infidelidade do parceiro são baseadas em evidências incoerentes.

Interessados podem se inscrever pelo telefone (11) 3069-7805 ou e-mail contato@amiti.com.br. Não há limite de data para as inscrições.

O tratamento será realizado no Instituto de Psiquiatria (IPq) do HC, que fica na Rua Dr. Ovídio Pires de Campos, 78, próximo ao metrô Clínicas, Cerqueira César, São Paulo.
Mais informações: (11) 3069-7805, e-mail: contato@amiti.com.br

Fonte : USP on line
Fonte Imagem

Casa, separa - Por Maria Fernanda Schardong ( 2 )

Seguem alguns conselhos, com base na opinião de Teresa Negreiros e Márcia Ferreira para quem deseja enfrentar melhor a vida e estar mais bem preparado para os dias que virão.
- Entender o divórcio: Pensar com cautela na condição de separado e os motivos que determinaram esta condição;
- Distanciar-se do conflito conjugal, minimizando as brigas e voltar aos seus afazeres cotidianos;
- Lidar com a perda afetiva e abrir espaço para novos relacionamentos sociais, festas e encontros entre amigos;
- Livrar-se da culpa, é comum sentir raiva do cônjuge que pediu a separação ou sentir-se culpado por não ter tentando mais uma vez;
- Aceitar o divórcio como permanente e sem retorno;
- Arriscar-se a amar, alcançar uma esperança realista em relação aos seus próprios relacionamentos no futuro;
- Resíduos de tristeza, raiva e ansiedade em relação à intimidade e a relacionamentos que podem acabar sendo permanentes amedrontam, livrar-se deles é uma boa alternativa;
- É preciso investir, mas também saber a hora de prosseguir, lutar ou desistir.- Entender o amor como uma coisa positiva;- Saber que união não é uma prisão, e que nem sempre é a morte de um cônjuge que separa o casal.

Entendo que a mulher divorciada é melhor aceita, em comparação o que seriam as nossas mães se divorciassem no passado, e essa aceitação, promove a "facilidade", com que as pessoas resolvam divorciar-se sem muitas tentativas de diálogo ou acertos. (silvia masc)

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Casa, separa - Por Maria Fernanda Schardong ( 1 )


Atualmente, o ideal do “felizes para sempre” foi substituído por relações menos duradouras. São as mulheres, na maioria dos casos, que decidem se separar. Os custos emocionais, no entanto, sobram para ambos os lados.

“Cada um sofre a sua maneira. Homens e mulheres mais dependentes afetivamente são os que ficam mais atordoados quando se vêem sós, sem alguém a quem dedicar a própria vida. E isto pode até acarretar, inclusive, doenças", alerta. Não é possível medir o peso do sofrimento. Mas a maneira como cada um vai enfrentar as perdas que a separação acarreta vai determinar o tamanho e o tempo da crise, diz a psicóloga Márcia Ferreira, especialista em terapia de casal e família pela PUC de São Paulo.

Apesar de ser uma experiência, em geral, negativa, a separação também tem seu lado positivo. Possibilita conhecer e vivenciar novas situações, proporciona o crescimento pessoal e o resgate da auto-estima, quebra conceitos pré-estabelecidos e, principalmente, permite ao indivíduo a descoberta da força interna que cada um trás dentro de si, ponderam as especialistas.

Entender o fim é essencial. "Quando as pessoas lidam com o divórcio de maneira enriquecedora, após a separação podem enfrentar melhor as mudanças no seu ciclo de vida. Mas, para isso, é preciso uma boa elaboração de sua história passada. Ou essas mudanças podem ser desastrosas" afirma Márcia Ferreira.

(continua amanhã)

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Como um anjo!



A importância do sono.
Dormir é tão vital quanto comer e beber. Isso porque é durante o sono que o organismo armazena as informações na memória, organiza o aprendizado, repõe a energia gasta ao longo do dia e libera o hormônio do crescimento, responsável pela renovação celular. “É por essa razão que quem dorme mal tem dores no corpo, irritabilidade, alteração de humor e, a longo prazo, depressão, enfraquecimento dos ossos e maior predisposição a doenças”, diz o Dr. Luciano.

Os distúrbios do sono prejudicam até as curvas. Cientistas da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, observaram que pessoas que dormem apenas quatro horas por dia apresentam 18% menos leptina, hormônio associado à saciedade, e 27% mais grelina, hormônio ligado à fome, do que quem dorme até dez horas. Ou seja, dormir mesmo acarreta em mais sensação de fome.

A boa notícia é que basta uma noite de sono reparador para que o corpo se recupere de outra maldormida. “Normalmente, recomendamos entre sete e oito horas de sono, mas isso não é regra, afinal tem gente que se satisfaz com cinco horas, enquanto outras precisam de dez. O que importa é acordar bem-disposto e não ter sonolência durante o dia”, afirma o neurologista.

Dicas para ter uma boa noite de sono

  • Exercícios físicos somente até três horas antes de dormir
O exercício te deixará agitada (o), o que prejudica a chegada do sono.

  • Nada de cafeína à noite
A substância, presente no café, nos refrigerantes à base de cola e nos chás escuros, como o mate e o preto, é estimulante. Dê preferência aos chás de camomila, erva-cidreira ou erva-doce ou ainda leite quente para embalar o sono.
  • Pegue leve no álcool
Apesar do drinque relaxar nos primeiros minutos, em pouco tempo ele leva à excitação por mais de três horas.
  • Faça um jantar leve
Para não ficar rolando de um lado para outro na cama, evite comer muita gordura e proteína. Eles demoram a ser digeridos, deixando a sensação de peso no estômago. Opte por uma sopa de legumes com croutons, por exemplo.
  • Tome um banho quente
O calor “solta” a musculatura e libera as tensões, principalmente se deixar a ducha cair sobre a nuca. Melhor ainda se a luz do banheiro ficar apagada e o ambiente iluminado apenas por velas.
  • Prepare um escalda-pés, mergulhe os pés por dez minutos numa bacia com água morna e uma colher de sopa de sal grosso ou de cozinha. Adicione cinco gotas de óleo essencial de lavanda, camomila ou bergamota diluídas em uma colher de sopa de óleo de canola. “Finalize o ritual calçando meias de algodão macias.
  • Arrume o quarto
Quanto mais escuro melhor, pois a luz bloqueia a melatonina, hormônio responsável por regular o sono. O computador e a tevê têm o mesmo efeito, portanto, nada de dormir com eles ligados. Tire também o despertador e o telefone, assim não corre o risco de “quebrar” o silêncio.
  • Vá para a cama sempre no mesmo horário
Assim, naturalmente, você vai desacelerar o ritmo e se preparar para dormir.
  • Toque o rosto
Para relaxar, esfregue rapidamente a palma de uma mão na outra e coloque-as sobre os olhos. Respire lentamente enquanto faz isso. Não há insônia que resista!

Fonte: Dr.Luciano Ribeiro Pinto é neurologista e presidente da Associação Brasileira do Sono e professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

PALESTRA GRATUITA DISCUTE OS BENEFÍCIOS DA FISIOTERAPIA NA DOENÇA DE ALZHEIMER

No próximo dia 26 de Fevereiro, última quinta-feira do mês, a ABRAz - SP (Associação Brasileira de Alzheimer e Doenças Similares do Estado de São Paulo) promove um encontro gratuito com profissionais especializados para discutir sobre os benefícios da fisioterapia nos cuidados aos pacientes com Alzheimer e doença similares.

Atingindo cerca de 24,3 milhões da população mundial, a Doença de Alzheimer tem sua maior incidência em pessoas acima dos 65 anos. Com o impacto do diagnóstico, as famílias se deparam com questões que abalam a auto-estima, a segurança e a esperança.
A palestra gratuita e direcionada ás pessoas responsáveis por cuidar de pacientes com Alzheimer será ministrada pela fisioterapeuta Eliana Mayumi Kato , fisioterapeuta formada pela USP, especialista em gerontologia pela Unifesp, mestrado em neurologia pela USP e membro do grupo de neurologia cognitiva e comportamental e do CEREDIC do Hospital das Clinicas, abordará tópicos relacionados à atuação da fisioterapeuta nas demências.

O objetivo é promover a troca de experiência entre familiares de portadores de Alzheimer, além de esclarecer dúvidas freqüentes sobre o tratamento e os comportamentos desses pacientes com as especialistas palestrantes.

São muito produtivos estes encontros, auxiliam de maneira significativa no dia-a-dia do cuidador, considerando que há pouca divulgação sobre o tema. O trabalho vem sendo desenvolvido desde 2005 atendendo em torno de 400 familiares de portadores de Alzheimer.
Local: Igreja Dom Bosco
Rua Cerro Corá, 2101 – esquina com a Rua Pio XI – Alto de Pinheiros
Data: 26/02/2009 Horário: 19:30
Gratuito
Inscrição: (11) 3021-3114 ; (11) 6191-2723 ; 0800551906; no local.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Imagem em alta definição - Enviado por Simone Czeresnia










É so fazer zoom....!!! Andar com o mouse para cima e para baixo... para os lados.
Arraste, ou clique com o botão esquerdo do mouse.

Trata-se da cerimônia de posse de Barak Obama.
Pode fazer-se o zoom que se quiser, in ou out, que ficará sempre com alta definição.
Esperar um pouco para focar. Pode ver-se as faces das pessoas, pode ver-se a música nas partitaturas da orquestra.
clique no link abaixo e veja o que é imagem em a alta definição.

Uso incorreto de antibióticos resulta em superbactérias


O assunto é tão grave que, aqui, a Sociedade Brasileira de Infectologia lançou a campanha "Antibiótico necessita de prescrição médica". Como o próprio mote sugere, o objetivo é alertar sobre os perigos de engolir o medicamento sem necessidade. A orientação, aliás, merece atenção redobrada no inverno. Nos dias frios, as pessoas tendem a permanecer mais tempo em ambientes fechados, o que favorece as infecções, justifica o imunologista Fabio Castro, da Universidade de São Paulo.

Os desavisados cometem toda sorte de erro: recorrem ao antibiótico que foi tiro e queda em outra ocasião; passam por uma consulta relâmpago no pronto- socorro e saem de lá com uma receita, digamos, pouco personalizada; tentam curar a doença com antiinflamatório, que não é páreo para infecções bacterianas. Os microorganismos que sobrevivem ao tratamento incorreto se fortalecem, resume a infectologista Thaís Guimarães, do Hospital das Clínicas de São Paulo. Aí, o paciente passa a ter infecções mais agressivas, que podem até se espalhar pelo corpo.

Nunca é demais lembrar que antibióticos não matam vírus. É o caso dos causadores da gripe e de algumas sinusites, cujos sintomas são aliviados com analgésicos e antitérmicos. E as amigdalites, campeãs no uso abusivo de antibióticos, nem sempre são provocadas por bactérias. Em 70% dos episódios, os vírus são os vilões da garganta inflamada avisa o infectologista Eduardo Medeiros, da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp. Só o especialista sabe diferenciar se o pivô da encrenca é um vírus ou uma bactéria, observando sintomas como aparência, febre e dor. Mais uma razão para evitar antiinflamatórios sem prescrição: Eles aliviam a sensação dolorosa, o que dá uma falsa sensação de melhora nas infecções bacterianas. Daí a pessoa pode demorar mais para buscar orientação e receber o tratamento correto, explica Eduardo Medeiros. E o quadro se agrava.

Uma vez medicado com antibiótico, continue monitorando a febre. Se ela persiste por mais de 72 horas após a introdução da droga, isso pode sinalizar que ela não está surtindo efeito. Não perca tempo: procure seu médico. Ou você não está tomando o antibiótico certo ou a dose é insuficiente. Verifique se você entendeu a receita e pergunte ao profissional sobre cuidados especiais durante a utilização da droga. Medidas simples assim evitam que seu corpo se transforme em um criadouro de monstrinhos resistentes.

Fonte: SBI - Sociedade Brasileira de Infectologia

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Idosos no samba




No Pholia no Memorial, que acontece no dia 15 de fevereiro, com blocos carnavalescos, o destaque será a bateria de idosos, que desfila pela primeira vez. A Bateria é fruto do trabalho das oficinas mantidas pela Secretaria de Participação e Parceria que foi buscar, no ano passado, o mestre Zuza da Vai, Vai, para dar aula de percussão. São 50 idosos, com idades entre 65 anos e 83 anos, com empolgação para formar uma escola de samba no próximo ano.
Confira os detalhes no anexo.
clique aqui para saber mais sobre a bateria bateria dos Idosos.doc

A batalha contra o cigarro




- Um dado que impressiona, principalmente quem não fuma: 80% dos ex-fumantes dizem que largar o vício foi o maior desafio de suas vidas. A empreitada é até pior para as mulheres, pois, além da dependência química, elas costumam ter uma relação afetiva com o cigarro. Veem nele um companheiro e um remédio para contrabalançar o estresse, tristezas e frustrações. Ainda por cima, são mais suscetíveis à depressão, que pode ser desencadeada tanto pelo hábito de fumar como pelo abandono do vício.

A boa notícia é que há novos medicamentos e combinações para quem quer dar um basta ao vício, além de profissionais capacitados.

Foi-se o tempo em que a responsabilidade toda era jogada nas costas do fumante: ninguém mais diz que é preciso apenas força de vontade para abandonar o cigarro. "Esta é uma ciência em construção", comenta o pneumologista Sérgio Ricardo Santos, coordenador do programa PrevFumo, do Ambulatório de Tabagismo da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que oferece atendimento gratuito para fumantes (paga-se apenas os medicamentos). E 60% dos pacientes são do sexo feminino.

Depois de uma entrevista para saber o grau de dependência e perfil da pessoa, define-se o tratamento. Pode-se usar um remédio específico ou adesivos de reposição de nicotina. "No grupo, eles aprendem habilidades para parar de fumar. Também tiram dúvidas e trocam experiências", esclarece o pneumologista. O PrevFumo atende de 600 a 800 pacientes por ano, e a taxa de sucesso é de 60%.

O coordenador salienta que um dos principais desafios para as mulheres pararem de fumar é vencer a depressão, mal que acomete 20% da população feminina. No programa, avalia-se a propensão a essa doença. "Muitas mulheres deprimidas fumam para tratar a depressão, porque a nicotina é um antidepressivo", explica. "É um péssimo remédio, mas alivia os sintomas. Quando param de fumar, a depressão volta." Por outro lado, há situações em que a depressão é desencadeada pelo tabagismo. "A nicotina causa um desequilíbrio de neurotransmissores, entre eles, a serotonina. Isso pode causar ou tratar a depressão, dependendo do caso."

Por esse motivo, explica o médico, geralmente consegue-se maiores taxas de sucesso entre as mulheres quando se usa medicamentos com ação antidepressiva, como os que contêm bupropiona. O pneumologista acrescenta que a vareniclina - componente de um novo medicamento que age nos receptores de nicotina do cérebro e libera uma pequena quantidade de dopamina, que proporciona uma sensação de prazer - também tem alta de taxa de sucesso entre elas. "De maneira geral, o homem busca apenas prazer no cigarro. Já a mulher procura uma forma de enfrentar os problemas."

Há, ainda, a questão da vaidade. Por um lado, o cigarro causa palidez, menor tonicidade cutânea, mau cheiro e dentes amarelados. Mas, por outro, pode acarretar ganho de peso quando há abandono do vício. "Geralmente, engorda-se em torno de 3 a 4 quilos, porque o corpo gasta muita energia para lutar contra o cigarro", diz. "Mas quando se trata a dependência com acompanhamento médico, o ganho é de 1,5 a 2 quilos."

CORAÇÃO FORA DE COMPASSO

A cardiologista Jaqueline Scholz Issa trabalha há 15 anos com o combate ao cigarro. Criou o Ambulatório de Tratamento de Tabagismo do Instituto do Coração (Incor) em 1996, uma referência no setor. Desenvolveu um software que mede o grau de dependência e ajuda na escolha dos medicamentos para cada caso. Há dois tipos de atendimentos: gratuito, via Sistema Único de Saúde (SUS), para quem tem problemas cardíacos; e por convênio, para todos. "O número de enfartes entre as mulheres está aumentando, em consequência da adoção de hábitos masculinos, como o tabagismo", alerta.

Segundo a médica, hoje há um arsenal de medicamentos que podem ser combinados, o que amplia as chances de sucesso. Mas o segredo para vencer o vício é mudar o estilo de vida. "Isso também inclui exercício."

Fonte: Fabiana Caso - O Estado de S.Paulo


domingo, 8 de fevereiro de 2009

Presente da natureza

Inspirada no comentário - "É o cosmo chorando por tanta maldade que estão fazendo neste planeta tão lindo". feito pela Cristiane Fetter, do Blog TÔ DOIDA, repito aqui a postagem que coloquei no Molly - Colecionadora de receitas sobre o "dilúvio" do dia 07/02, (sábado) em São Paulo, montei esse vídeozinho que postei lá.
Para ver a postagem mencionada, clique aqui


video


Nunca Mais Esqueça Um Aniversário - Yahoo!

Nas semanas anteriores comentei como usar a agenda do Gmail e do Hotmail, desta vez vou dar um toque para aqueles que utilizam seu serviço de email. Antes de prosseguir só gostaria de lembrar que os usuários do email do IG e do Estadão também usar uma agenda semelhante ao Gmail já que esses dois serviços usam um correio eletrônico personalizado do Google.

A agenda do Yahoo! é bem fácil de usar. Na coluna da esquerda, procure a opção agenda.



A nova página vai exibir uma tela com o dia do mês em que você está, neste caso, sábado, 7 de fevereiro. Para inserir um evento, basta clicar em em um dos horários da tabela. Se for outro dia, clique no calendário ao lado.

A tela de preenchimento do aniversário é bem intuitiva, basta preencher os dados e sobretudo não se esquecer de programar para que o evento se repita todo ano.


Uma coisa legal do Yahoo! é que ele exibe uma faixa horizontal na parte inferior da tela com seus próximos compromissos. Assim, quando abrir o email, você nem precisa carregar a agenda para verificar o que você marcou nela.


É isso. Até semana que vem!


Para saber mais dicas sobre uso de Internet, visite meu blog: Nômade Bit.

Universidade Aberta para o Envelhecimento Saudável

Faxina no teclado e mouse


Limpando o teclado


Você pode não ter reparado, mas talvez um ecossistema estranho esteja em desenvolvimento no teclado do seu computador. Além da sujeira visível, grande quantidade de poeira acumula-se debaixo das teclas. Às vezes, a mistura de bebida derramada e migalhas pode até impedir o funcionamento do periférico.

Instruções para uma limpeza básica.

Desligue o computador e desconecte o teclado.
Coloque uma folha de jornal velho sobre uma mesa, vire o periférico de cabeça para baixo e, segurando-o a uma curta distância do papel, sacuda-o para soltar os resíduos.



Depois, inverta e sacuda o teclado novamente.



Limpe as superfícies do teclado - Para remover a oleosidade de dedos e outras sujeiras da superfície das teclas, prepare uma solução diluída com detergente líquido comum. Não use soluções adstringentes de limpeza.
Utilize um pano úmido (não molhado) e sem fiapos para limpar suavemente a superfície das teclas. Se elas não estiverem muito sujas, água morna bastará. Depois, enxugue as teclas com um pano seco.
Retire a sujeira restante com aspirador de pó - Para remover sujeira solta que não foi retirada nas etapas anteriores, use a escova para poeira de um aspirador de pó comum.


Para quem tem mouse "de bolinha" , abra o seu compartimento inferior rodando a sua tampa no sentido anti-horário e, em seguida, remova a bolinha do mouse. Essa bola deve ser limpa com o auxílio de um pano embebido em detergente do tipo "multi uso". Já no interior do mouse você deve limpar os roletes existentes. Você verá uma quantidade enorme de sujeira grudada nesses roletes. Use uma chave de fendas pequena ou mesmo a tampa de uma caneta esferográfica para remover totalmente esta sujeira. Muita dessa sujeira cairá dentro do mouse, por isso antes de colocar a bola de volta e tampar o mouse, você deverá sacudi-lo para que toda a sujeira que caiu dentro do mouse saia.

Fonte:PC World

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Parabéns ao casal mais fofo e querido do mundo! Me perdoem os outros... rs



Reprodução de um diálogo telefônico:


Ela - Eu gostaria de dizer, que hoje eu completo 49 anos de felicidade.
Eu - ???
Ela - Foi em um dia 06 de fevereiro há 49 anos atrás que eu conheci o meu esposo, e até hoje ele me faz muito feliz.
Fiquei emocionada, imagine, chegar ao 87 anos de vida podendo sentir isso?
Fico feliz pela minha mãe ter a sensiblidade de sentir-se assim, e feliz pelo meu pai poder dar à ela essa possibilidade, isso traduz à felicidade de ambos.

E de presente de casamento, ela ganhou 5 filhos, (já tinha 3) incluindo-me a caçulinha da turma, formamos então a nossa "grande família" .
É comum receber e-mails de leitores do blog, elogiando os meus pais, por essa razão compartilhei com vocês esse momento tão agradável para mim.

Agradeço em nome deles as palavras carinhosas, que acompanham os e-mails

PARABÉNS, FELICIDADE E SAÚDE À ELES!

abraços,



No prato, um festival de cores




Morangos não são vermelhos por acaso, da mesma forma que uvas não nascem roxas por mero capricho da natureza. "Cada cor representa um pigmento, um nutriente com propriedades específicas", diz a nutricionista Fabiana Carvalho.

"Antigamente indicávamos uma alimentação colorida por causa da estética, pois era uma forma de tornar o prato harmônico e mais atraente, sobretudo para as crianças. Nos últimos anos, porém, pesquisas têm mostrado que a diversidade de cores é importante para a ingestão mais completa dos componentes que ajudam a prevenir doenças e fortalecer o corpo."

O poder da aquarela vegetal se tornou tão notório que virou recomendação especial do Ministério da Saúde, listada em seu ‘Guia Alimentar para Crianças Menores de Dois Anos’: "Uma alimentação variada é uma alimentação colorida", indica a publicação. Também o Instituto Nacional do Câncer (Inca) é taxativo ao vincular a diversidade de cores no prato à prevenção de tumores, hábito que devemos manter a nossa vida toda.

É bom lembrar, que as receitas obtém melhores resultados, quando são utilizados produtos de boa qualidade, qualidade não significa preço alto. Compre frutas e legumes de época (silvia masc)


Fonte: Fabiana Carvalho Trovão, especialista em nutrição clínica do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Engate a marcha


Hoje em dia, parece que todo mundo só fala de exercício. Mas será que tem alguém fazendo? Apesar de toda a publicidade de caríssimos aparelhos de ginástica, a verdade é que a maioria de nós ainda não está fazendo exercícios suficientes.

Embora essas notícias não sejam boas para ninguém, elas são especialmente ruins para pessoas com diabetes. Mas antes que você pense, “Já conheço esse filme,”eis algumas coisas que você deve ter em mente:


• Exercícios regulares ajudam a controlar o diabetes de muito mais maneiras do que você pensa


• Fazer exercícios não significa tornar-se um fanático por ginástica.


Primeiro, dê uma olhada em alguns dos benefícios que os exercícios podem trazer para sua saúde. Além de fazer você sentir-se e parecer bem, os exercícios podem:


• Ajudar a manter a glicemia na faixa normal

• Tornar seu organismo mais sensível à insulina, de modo que você pode usar menos medicamentos


• Aliviar e, em alguns casos, evitar o diabetes tipo 2


• Afastar o desenvolvimento das complicações de longo prazo


Agora que você sabe que os exercícios têm muito a oferecer, está na hora de engatar a marcha e começar a caminhar. Tente alongar braços e pernas para bombear o sangue. Para qualquer atividade que você escolher, pense numa maneira de ir aumentando o nível dos exercícios.

Fonte: ACCU-CHEK


quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Ciclo de paletras sobre a 3a. Idade

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo inicia amanhã 05/02 um ciclo de palestras sobre a terceira idade. Os três seminários serão realizados em parceria com o Shopping Interlagos (Avenida Interlagos, 2.255), na zona sul da capital, onde acontecerão os encontros, e vai esclarecer as principais dúvidas sobre a saúde dos idosos.

Dia 05/02 - como prevenir doenças oftalmológicas

Dia 12 - especialistas falam sobre dores no joelho e quadril.

Dia 19/02 - vai tratar sobre programa e atividades após aposentadoria e trabalho na terceira idade.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone (11) 3471-8861 ou no próprio shopping.

As vagas são limitadas e para participar é preciso levar um quilo de alimento não perecível.


Já o Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) está selecionando homens e mulheres acima de 65 anos, com sintomas de depressão para uma avaliação e tratamento. Podem participar do programa pacientes que não estejam em tratamento com antidepressivos, não apresentem doenças de Alzheimer e Parkinson e não tenham sofrido acidente vascular cerebral (derrame). Os interessados devem ligar para (11) 3069 7924.

Fonte: Aqui

Infecções fúngicas x diabetes


Fungos como Cândida albicans adoram umidade e calor. Eles crescem em lugares em que haja açúcar. Qualquer um pode contrair uma infecção fúngica, mas isso ocorre com mais frequência em pessoas com diabetes.


Por que pessoas com diabetes têm mais probabilidade de ter infecções fúngicas?
Há várias razões para que o corpo de uma pessoa com diabetes seja mais vulnerável a infecções fúngicas:

    • Glicose elevada no sangue cria um clima ideal para os fungos;
    • Pessoas com diabetes frequentemente têm o sistema imunológico debilitado;
    • As duas substâncias mais importantes que protegem o corpo contra infecções fúngicas, lisozima e lactoferrina, são ineficazes ou não funcionam em pessoas com diabetes.
Exames regulares de áreas sensíveis como a boca, genitais e a pele entre os dedos ajudam a detectar infecções precocemente e a tratá-las com eficácia.

Fonte: Aqui

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Excelente obra, aproveitem, é grátis.


“Pequenas mudanças no prato e nos hábitos, grandes efeitos na qualidade de vida, na imagem, no pique”.

Seguindo a mesma linha adotada no primeiro livro da série, Comida que Cuida – Dicas de alimentação durante o tratamento do câncer, o livro Comida que Cuida 2 – O prazer na mesa e na vida de quem tem diabetes procura estabelecer uma relação mais prazerosa com a alimentação, mesmo diante das limitações que o diabetes impõe.

Comida que Cuida 2 – O prazer na vida e na mesa de quem tem diabetes vale-se de uma linguagem acessível para abordar as dificuldades do dia-a-dia, estabelecendo um diálogo franco e aberto tanto com adolescentes, jovens e adultos que convivem há anos com o diabetes, como com aqueles que acabaram de receber o diagnóstico e acreditam que suas vidas perderam a graça e o sabor. A obra reúne cerca de 70 receitas, inclusive sobremesas, e dá ainda dicas de como se alimentar fora de casa ou em ocasiões especiais sem transgredir as regras básicas de alimentação que pessoas com diabetes precisam seguir.

O livro trata, sempre de forma acolhedora, as preocupações de pais que têm filhos com diabetes e adultos que querem levar uma vida saudável, desfrutando plenamente o convívio familiar e social. A obra traz também depoimentos de pessoas com diabetes e de vários endocrinologistas brasileiros especialistas no tema, desmistificando velhos conceitos sobre a doença, que vem ganhando proporções de epidemia no mundo inteiro.


Faça o download integral do livro, aqui (PDF)


A Sanofi-Aventis é a autora e possuidora de todos os direitos e méritos sobre a obra.

*A versão impressa é destinada apenas para Instituições Hospitalares.


terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

PREVENÇÃO DE QUEDAS


ELIMINE OS PERIGOS DE SUA RESIDÊNCIA :

  • Ambientes com pouca luminosidade
  • Tapetes que escorregam
  • Fios de telefone ou eletricidade soltos
  • Desorganização: objetos, brinquedos espalhados pelo chão

ACRESCENTE MEDIDAS DE SEGURANÇA:

  • Barras de apoio no banheiro, no box
  • Iluminação noturna (abajur ao lado da cama, corredor)
  • Capachos não deslizantes


TOME ALGUNS CUIDADOS ADICIONAIS:

  • Use sapatos com solado de borracha, anti-derrapantes, não flexíveis e sem saltos
  • Não tenha pressa especialmente em lugares desconhecidos
  • Não tome bebidas alcóolicas
  • Informe ao seu médico e enfermeira se você estiver tendo tonturas, problemas de visão e de equilíbrio
  • Faça avaliação periódica de sua visão
  • Não use medicamentos sem autorização médica
  • Faça atividade física moderada e regular, com orientação médica

Dicas do pessoal da Fisioterapia do HU/USP

Palestra gratuita sobre Doença de Alzheimer

Preocupado em aumentar a conscientização da população e dar suporte aos portadores da doença, o Hiléa e a ABRAz – Associação Brasileira de Alzheimer oferecem uma palestra sobre a Doença de Alzheimer. O encontro é aberto para cuidadores e familiares de portadores da doença de Alzheimer, no Hiléa.

Segundo a ABRAZ, existem no mundo mais de 24 milhões de pessoas que vivem com a demência e este número deve dobrar a cada 20 anos. Diante deste cenário torna-se emergente um trabalho conjunto para despertar a conscientização sobre a demência e como ela afeta a vida das famílias. Por isso, o Hiléa e a ABRAz sediam encontros mensais e gratuitos, abertos para os familiares, profissionais e interessados no assunto, e com capacidade para 20 pessoas.

O assunto abordado nesse encontro é se os familiares devem ou não contar ao paciente que ele tem Alzheimer. Polêmico, o tema possui o objetivo de promover uma discussão e conhecer o que pensam os profissionais e familiares na hora que recebem o diagnóstico de uma doença degenerativa e que não tem cura como o Alzheimer.

Qual é a melhor saída? Contar ou não contar? Será que sabendo do problema o paciente irá sofrer e se deprimir?

As respostas para essas e outras questões serão esclarecidas no encontro.

Serviço:

Data: 12/02/2009
Horário: às 19h
Endereço: Rua Jandiatuba, 580 – Morumbi - São Paulo/SP
Mais informações pelo telefone: (11) 3905-8700.

www.hilea.com.br

Brócolis pode reverter danos da diabetes ao coração, diz estudo

Um estudo conduzido por pesquisadores britânicos sugere que o brócolis pode reverter danos causados pela diabetes aos vasos sangüíneos do coração.

A equipe, da Universidade de Warwick, acredita que um composto fabricado pelo vegetal, o sulforafano, seria responsável pela produção de enzimas que protegem os vasos, e de moléculas que reduzem danos causados às células pelo excesso de açúcar.

Segundo os especialistas, os diabéticos têm até cinco vezes mais chances de desenvolver doenças vasculares, como ataques cardíacos e infartos, ambos ligados ao mau funcionamento dos vasos sangüíneos.

O estudo, divulgado na publicação científica Diabetes, testou os efeitos do sulforafano em células dos vasos sangüíneos danificadas por altos níveis de glicose (hiperglicemia), associados à diabetes.

Eles verificaram que o composto encontrado no brócolis reduziu em até 73% o nível de moléculas chamadas Espécies Reativas do Oxigênio (ROS, na sigla em inglês), produzidas em excesso quando o organismo concentra altos níveis de açúcar.

Segundos os especialistas, essas moléculas danificam as células humanas.

Eles também descobriram que o sulforafano ativou uma proteína chamada nrf2, que protege células e tecidos ao produzir enzimas antioxidantes e desintoxicantes.

O coordenador da pesquisa, Paul Thornalley, disse que o estudo sugere que substâncias como o sulforafano podem ajudar a conter o aparecimento de doenças vasculares em pacientes com diabetes.

"No futuro, será importante testar se uma alimentação rica em brócolis e outros vegetais brassica (como couve-flor e repolho) pode se traduzir em benefícios para os que sofrem da doença, disse o pesquisador.

Fonte: BBC

AS INFORMAÇÕES SOBRE SAÚDE DISPONÍVEIS NESTE BLOG TEM O PAPEL DE ORIENTAR E NUNCA SUBSTITUIR, A RELAÇÃO EXISTENTE ENTRE OS VISITANTES DO BLOG E OS SEUS MÉDICOS E/OU PRESTADORES DE CUIDADOS DE SAÚDE.

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Nunca Mais Esqueça Um Aniversário - Hotmail

Semana passada comentei como criar um evento na agenda do Gmail e hoje explicarei como fazer o mesmo no Hotmail. O processo também é simples e não deve trazer dificuldades para os usuários do serviço da Microsoft.

Para começar, acesse sua conta do Hotmail e na aba Mais, em cima dos emails há um menu em azul, procure a opção Mais e selecione Calendário. Em seguida será aberta uma tela solicitando que você escolhao fuso horário, para a maioria, a opção Brasília é a correta.



Depois de selecionar a hora, você será levado à agenda. Aí, é só clicar duas vezes em uma data que surgirá a tela para adicionar um evento. Para acrescentar eventos que se repetem anualmente, como um aniversário, clique em Adicionar mais detalhes.

Na tela expandida, procure o ítem recorrência e clique em Definir recorrência. Nesta opção, procure a opção Anual para que o evento seja repetido todo ano.
Clique na imagem para expandir

Dê um nome para o evento, por exemplo, Aniversário Júlio e clique em salvar. Pronto, os usuários do Hotmail agora podem ficar sossegados, quem criou sua agenda sempre receberá um aviso sobre eventos marcados, como aniversários e lembretes.

Semana que vem comentarei como usar a agenda do Yahoo! Até lá!

Para saber mais dicas sobre Internet, visite meu blog: Nômade Bit.

Termos usados na Internet H à W (Internetês)

H


Hacker - Pessoa que gosta de explorar e aprender os detalhes de funcionamento de programas, computadores e redes como forma de remover limitações ou criar possibilidades de uso não previstas originalmente.


Hipertexto - Texto que inclui links para outras páginas na Web. Através dos links, você pode "saltar" facilmente de uma página para outra.


Hit - Requisição feita por um programa de navegação a um servidor na internet. Cada documento de texto, imagem, arquivo de som ou qualquer outro arquivo conta como hit numa página da Web. O hit era usado como medida de audiência, mas foi abandonado em favor do page view (ver verbete).


HTTP - Abreviatura de Hyper Text Transfer Protocol, ou "protocolo de transferência de hipertexto". É o conjunto de regras de comunicação entre computadores que faz funcionar a World Wide Web.


Home page - A página de abertura de um site na internet.


Host - O servidor que hospeda um site na World Wide Web.


HTML - Abreviatura de HyperText Mark-up Language, ou "linguagem de marcação de hipertexto". O código usado para criar documentos de hipertexto na World Wide Web.

I

Internet - Rede que liga computadores no mundo inteiro. Foi criada em 1969 como um projeto militar e usada durante anos para comunicação entre universidades e institutos de pesquisa. Começou a ser explorada comercialmente no início dos anos 90.


IP - Abreviatura de Internet Protocol, ou "protocolo da internet". As regras que permitem que a internet funcione e que os computadores se comuniquem.

J

Java - Linguagem de programação independente de plataforma, criada pela Sun Microsystems. Com o Java, é possível criar pequenos programas que são carregados junto com páginas da Web, trazendo animações, efeitos sonoros, games etc.

JPEG - Um dos formatos de compressão de imagem usados na internet (ver GIF). É mais adequado para fotos.

K

Kilobyte ou KB - Unidade equivalente a 1024 bytes (ver byte).


Kbps - Kilobits por segundo. Medida de velocidade de transmissão de dados. Por exemplo: um modem de 56 Kbps transfere dados numa velocidade de até 56 kilobits por segundo.

L

Linha dedicada - Tipo de linha de comunicação especial que permite ter uma conexão permanente com a internet.


Link - "Ligação", em inglês. Texto ou imagem que, num documento de hipertexto, leva a outros documentos e sites. Geralmente, o texto com link vem destacado do resto do texto da página.


Lista de discussão - Grupo de discussão por e-mail. Um programa servidor de listas mantém uma lista de todos os assinantes. Quando um e-mail é enviado para o endereço da lista, todos os assinantes o recebem.

Login - Entrar numa rede de computadores. Também pode se referir ao nome do usuário em determinado sistema.

M

MP3 - Abreviação de MPEG-1 audio layer 3. Formato que revolucionou a distribuição de música pela internet, por dois motivos: reduz muito o tamanho de arquivos de áudio, com pouca perda de qualidade, e é aberto, ou seja, pode ser usado livremente (não é de propriedade de nenhuma empresa). MPEG é a abreviatura de Moving Pictures Expert Group, organização que desenvolveu o formato.

N

Navegador - Ver browser.


Navegar - Percorrer páginas na World Wide Web, indo de um link a outro.


O

Off-line - Desconectado da internet.


On-line - Conectado à internet.


P

Page view - Página vista, em inglês. É uma medida usada para acompanhar a visitação de um site.


Permalink - Endereço Web de cada um dos posts de um blog. O termo vem de permanent link ("link permanente").


Podcast - Publicação de arquivos de áudio que podem ser transferidos e ouvidos no computador ou num tocador de MP3 portátil. A palavra é uma referência ao iPod, player portátil da Apple, e à palavra broadcast (transmissão de conteúdo).


Portal - Site que pretende ser uma experiência completa para o usuário, oferecendo vários tipos de conteúdo e serviços. O UOL e o Terra são exemplos de portais.


Portal vertical - Portal com foco num só assunto. Por exemplo: carros, gastronomia, música etc.


Programa de navegação - Ver browser.


Protocolo - Conjunto de regras que descrevem o comportamento necessário para que um computador "entenda" outro dentro de determinada rede ou sistema.


Provedor de acesso - Empresa que fornece serviços de conexão à internet.


S

Senha - Palavra secreta que serve como confirmação da identidade de determinado usuário.


Servidor - Computador que tem ligação permanente com a internet, podendo ser localizado nela por um endereço numérico (exemplo: 200.221.3.135) ou por uma URL (exemplo: www.folha.com.br). Sites sempre são hospedados em servidores.


Site - Página ou coleção de páginas na World Wide Web.


Shareware - Software que está disponível para download gratuito na internet, a fim de que as pessoas possam testá-lo --se alguém decide se tornar usuário do programa, deve pagar, mas não é obrigada a fazê-lo na fase de teste.


Spam - Envio em massa de e-mails (geralmente de propaganda) não-solicitados. A palavra vem do nome de uma presuntada em lata vendida nos Estados Unidos.


Surfar - O mesmo que "navegar".


T

Tag - Palavra associada aos posts de blogs, fotos, vídeos e outros tipos de conteúdo na Web. O uso de tags facilita a busca e é uma forma mais flexível de classificação do que um conjunto pré-definido de categorias.


TCP/IP - Abreviatura de Transmission Control Protocol/Internet Protocol. Conjunto de protocolos de comunicação que regulam o funcionamento básico da internet. É a "língua" que todos os computadores que estão ligados à internet usam para se comunicar.


Time spent on-line - "Tempo de permanência" on-line. Medida da média de tempo que cada usuário gasta num site.


Unique visitor - "Visitante único", em inglês. Medida que identifica quantas pessoas diferentes passam por um site.


U

Upload - Enviar arquivo a outro computador ou site (ver download).

URL - Abreviatura de Uniform Resource Locator, ou "localizador uniforme de recursos". Endereço que permite localizar um site na World Wide Web. O formato mais utilizado é www.nomedosite.com.br, onde www significa World Wide Web, seguido do nome do site ou empresa, de uma sigla que indica se o site é comercial (.com), não-lucrativo (.org), educacional (.edu) etc., e da sigla do nome do país (Brasil:.br). No caso dos EUA, não se usa a sigla de país.


W

WAP - Wireless Application Protocol, ou "protocolo de aplicações sem fio". Protocolo usado em telefones celulares para permitir a navegação em sites que possuem versões simplificadas de suas páginas, mais adequadas às telas dos telefones.


Webmaster - Nos primeiros tempos da Web, era o profissional que cuidava de todos os aspectos de um site. Com o crescimento dos sites e a especialização de funções, o webmaster normalmente é quem programa as páginas em HTML.


Wi-Fi - Vem de Wireless Fidelity. Tecnologia de rede que permite o acesso sem fio a internet e a comunicação entre computadores. É bastante usada em redes caseiras.


Wiki - Site em que as páginas podem ser facilmente alteradas pelos visitantes. Usa convenções de formatação de texto que dispensam conhecimentos de HTML e que permitem a criação automática de links entre as páginas. A palavra vem da expressão "wiki wiki", que no idioma falado no Havaí significa "super-rápido".


World Wide Web - Sistema de distribuição de informação em hipertexto pela internet. Foi criado no Cern, em Genebra, em 1991, pelo físico Tim Berners-Lee.

  © Blogger template 'Perhentian' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP